Fotos psicodélicas utilizando água viva como modelo

O fotógrafo norte americano Aaron Ansarov (parece nome russo) literalmente viajou em seu projeto fotográfico. Ele utilizou águas vivas da espécie Portuguese Man-of-War para formar um conjunto de fotos psicodélicas que até Salvador Dali iria se impressionar.
Segundo o artista, cada pessoa que vê as fotos imagina uma imagem diferente delas, alguns conseguem enxergar uma vagina, outros rostos ou órgãos derretidos.
Veja a galeria e gere a sua impressão imaginária.
Fonte: wired.com

[satellite gallery=2]

Criação da Agency VSA Partners para Harley-Davidson

Harley-Davidson ao som de ‘Come Together’, dos Beatles

Confira o comercial “Our Night”, criado pela VSA Partners para Harley-Davidson. A marca está lançando oito modelos no mercado.

Ao som de “Come Together”, dos Beatles, interpretada pela banda The Strypes, da Irlanda, o filme apresenta as Harley-Davidson nascidas do Projeto Rushmore, que definiu mudanças conceituais na potência e capacidade de frenagem das motocicletas.

Redes sociais e a mídia online: qual o futuro?

TheSocialWeb1Diariamente, as empresas estão discutindo quais as melhores estratégias digitais para elevar as suas vendas, aumentar a audiência dos seus sites ou o seu número de seguidores nas redes sociais. Elas estão sempre buscando como ampliar seus acessos a vídeos no Youtube, ou como fazer com que as pessoas comentem mais em seus blogs corporativos.

Dentre as estratégias digitais que as marcas buscam, mídia online e redes sociais estão entre as preferências das marcas para atrair essa audiência para os seus canais. As redes sociais atraem audiência qualificada, enquanto a mídia online atinge a massa. Será mesmo que essa teoria é real? O difícil é cravar uma resposta para afirmar se isso é uma verdade absoluta ou não, afinal depende muito do mercado em que a sua marca está atuando.

Algumas marcas em alguns segmentos conseguem um excelente resultado de mídia online; outras conseguem resultados com redes sociais. E qual o segredo? É saber trabalhar em todo o processo. Em mídia online é preciso avaliar muito bem qual o veículo, canal e peça a ser comprada. Já nas redes sociais é preciso saber que o que as pessoas querem nas redes. Na minha opinião, relacionamento é a chave do sucesso nas redes sociais.

Mas qual seria o futuro dessas mídias? O banner vai morrer? As redes sociais vão substituir os sites corporativos? As pessoas vão deixar de ler matérias no portal para receber as notícias pelo Twitter? O YouTube vai substituir a TV e as rádios online substituir o rádio do carro? Não cravaria dessa forma, entretanto, vemos que em 1950 disseram que a TV ia “matar” o rádio. Em 2012 vemos que isso não aconteceu…

O primeiro passo para um exercício de futurologia é deixar de lado esse pensamento de que uma mídia vai matar a outra. Não vai! Em época de e-books, os livros venderam 10% a mais em 2012 do que em 2011, os discos de vinil estão voltando e camisetas retrô de futebol viraram a nova mania entre as torcidas. Pronto, há sempre os tradicionais que querem o que estão acostumados. Segundo ponto, é preciso pensar nas evoluções das mídias. A tecnologia, pilar importante para o sucesso desses canais, está cada vez mais avançada, então, vamos usá-la nosso favor!!! O banner pode não dar mais o resultado de antes, mas e o DHTML com vídeo? Só fazer um post no Facebook pode não dar resultado, mas e o Social Game?

Para um terceiro e importante passo, é preciso pensar cada vez mais no “neoconsumidor” e em todo o seu potencial de consumo, indicação, recomendação e críticas. Hoje, querendo a marca ou não, as pessoas estão construindo ou destruindo as marcas. 66% das pessoas comentam sobre uma compra nas redes. Uma compra positiva impacta entre 10 e 20 pessoas. Já uma negativa, varia entre 100 e 200 pessoas. Imagina na Inglaterra, onde 50% dos acessos a web vem do Facebook, o que isso representa para uma marca? Compreendido isso, vamos entender a fundo o que, como, onde e por que as pessoas se relacionam com uma marca ou por que interagem com um banner.

Dentro do curso de marketing digital, mostramos como gerar negócios na web, sendo por meio de mídia online, Facebook, blog, YouTube, Twitter ou qualquer outra estratégia digital que a marca vá usar para alavancar as vendas, tendo o digital como o principal canal de vendas.

A Internet está aí, cada dia mais presente na vida das pessoas. Se você como marca quer se relacionar com essas pessoas, esteja atento para a Internet. Se você não está,esteja certo que o seu concorrente está!

Felipe Morais